13 de junho de 2008

Diferença entre: Copyright / Copyleft / Creative Commons


Direito autoral ou direitos de autor são as denominações usualmente utilizadas em referência ao rol de direitos outorgados aos autores de obras intelectuais (literárias, artísticas ou científicas). Neste rol encontram-se dispostos direitos de diferentes natureza. A doutrina jurídica clássica coube por dividir estes direitos entre os chamados "direitos morais de autor" (direitos da personalidade) e aqueles de cunho patrimonial.





Copyleft é uma forma de usar a legislação de proteção dos direitos autorais com o objetivo de retirar barreiras à utilização, difusão e modificação de uma obra criativa devido à aplicação clássica das normas de propriedade intelectual sendo assim diferente do domínio público que não apresenta tais restrições. "Copyleft" é um trocadilho com o termo "copyright" que, traduzido literalmente, significa "direitos de copia". Vale destacar que por exemplo, o Kibe Loco, só poderia utilizar imagens criadas por outrem desde que estes permitissem sua utilização. Isso poderia servir via um pedido informal ou desde que o autor da obra tenha a caracterizado como copyleft. O sistema copyleft serviria para agilizar o processo.

As licenças Creative Commons foram idealizadas para permitir a padronização de declarações de vontade no tocante ao licenciamento e distribuição de conteúdos culturais em geral (textos, músicas, imagens, filmes e outros), de modo a facilitar seu compartilhamento e recombinação, sob a égide de uma filosofia copyleft .

As licenças criadas pela organização permitem que detentores de copyright (isto é, autores de conteúdos ou detentores de direitos sobre estes) possam abdicar em favor do público de alguns dos seus direitos inerentes às suas criações, ainda que retenham outros desses direitos. Isso pode ser operacionalizado por meio de um sortimento de módulos standard de licenças, que resultam em licenças prontas para serem agregadas aos conteúdos que se deseje licenciar.


Os módulos oferecidos podem resultar em licenças que vão desde uma abdicação quase total, pelo licenciante, dos seus direitos patrimoniais, até opções mais restritivas, que vedam a possibilidade de criação de obras derivadas ou o uso comercial dos materiais licenciados. Para melhor entender como funciona a Creative Commons, veja o vídeo abaixo:



Exemplos para simplificar:
Copyright: Você criou uma imagem e quer que a mesma mantenha a característica original, afinal aquilo foi o que você idealizou. Quem a repassar deve a manter sem alterações e citar seu autor.
Copyleft: se você publica sua imagem sob a licença copyleft, você está permitindo que outros a modifiquem e repassem. Mesmo assim, estes por questão de ética devem citar o autor original.
Creative commons: algo entre copyright e copyleft.
.
Fonte: Treta e Wikipedia

2 comentários:

vandehugo disse...

Chegou o Antikibadeitor.

http://vandehugo.com/2007/10/17/safe-creative-uma-grande-ideia-para-todos/

Nature Dog disse...

Amigo tenho dúvidas de algumas obras registradas com Copyrights e Copyright, qual seria a diferença no plural e singular? grato.